100 maiores empresas do agronegócio do Brasil

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +

Revista Forbes lista empresas que juntas faturaram R$ 1,29 trilhão em 2020, crescimento de 24% na comparação com o ano anterior. Continue lendo e descubra quais são 

Forbes é uma revista americana de negócios e economia, que publica artigos e reportagens originais sobre finanças, indústria, investimento e marketing e é muito conhecida por suas listas nas quais faz um ranking de áreas específicas, como a lista das pessoas mais ricas do mundo, celebridades mais bem pagas, mulheres mais poderosas, dentre outras. 

Recentemente, a revista listou as 100 Mulheres Mais Poderosas do Agro, e estampou nossa fundadora e CEO, Vanessa Sabioni, o que foi motivo de muito orgulho e satisfação para a Agromulher. Desta vez, a Forbes destacou os players que têm mantido o Brasil no topo da pauta da alimentação da população mundial. A Lista Forbes Agro 100 traz as maiores empresas de capital aberto no país e quem está por trás de algumas delas. E novamente, é com muita alegria que destacamos empresas que são nossas clientes e parceiras ou cujos funcionários já entregaram conteúdo para vocês em eventos da Agromulher, como a Ambev (6ª), Bayer (24ª), Cocamar (29ª), Coopercitrus (33ª), Cooxupé (37ª) e Jacto (89ª). 

A elaboração da lista teve como base informações de demonstrativos financeiros das empresas, além de dados compilados pela agência Standard & Poor’s. Foram consideradas empresas (incluindo holdings e cooperativas) com faturamento no Brasil de pelo menos R$ 1 bilhão em 2020. Quando indicado, o levantamento considerou o faturamento consolidado das holdings. Foram considerados também o tipo e o grau de atuação de cada companhia ou grupo no agronegócio brasileiro, mesmo nos casos em que a relação da atividade principal com o agronegócio seja indireta.  

O faturamento somado das 100 empresas que constam na edição da Revista Forbes foi de R$ 1,29 trilhão, um crescimento de 24% frente ao R$ 1,04 trilhão de 2019. Apenas cinco companhias tiveram faturamento menor em 2020 que no ano anterior, e houve casos em que a receita mais do que dobrou graças à alta dos preços das commodities no mercado internacional. Confira:  

1) JBS
Setor: Alimentos e Bebidas
Fundação: 1953, em Anápolis (GO)
Receita: R$ 270,20 bilhões
Principal executivo: Gilberto Tomazoni   

2) RAÍZEN ENERGIA
Setor: Agroenergia
Fundação: 2011, em São Paulo (SP)
Receita: R$ 120,58 bilhões
Principal executivo: Ricardo Dell Aquila Mussa 

3) COSAN
Setor: Agroenergia
Fundação: 1936, em Piracicaba (SP)
Receita: R$ 68,63 bilhões
Principal executivo: Luis Henrique Cals de Beauclair Guimarães  

4) MARFRIG GLOBAL FOODS
Setor: Alimentos e Bebidas
Fundação: 2000, em São Paulo (SP)
Receita: R$ 67,48 bilhões
Principal executivo: Miguel de Souza Gularte (América do Sul)   

5) CARGILL
Setor: Alimentos e Bebidas
Fundação: 1865, em Conover, Iowa (EUA). No Brasil desde 1965
Receita: R$ 67,16 bilhões
Principal executivo: Paulo Sousa 

6) AMBEV
Setor: Alimentos e Bebidas
Fundação: 1999, em São Paulo (SP)
Receita: R$ 58,38 bilhões
Principal executivo: Jean Jereissati Neto 

7) BUNGE
Setor: Alimentos e Bebidas
Fundação: 1818, em Amsterdã (Holanda). No Brasil desde 1905
Receita: R$ 50,52 bilhões
Principal executivo: Raúl Padilla   

8) COPERSUCAR
Setor: Agroenergia
Fundação: 1959, em São Paulo (SP)
Receita: R$ 38,7 bilhões
Presidente executivo: João Roberto Gonçalves Teixeira   

9) BRF
Setor: Alimentos e Bebidas
Fundação: 2009, em São Paulo (fusão de Perdigão e Sadia)
Receita: R$ 33,5 bilhões
Principal executivo: Lorival Luz   

10) COFCO INTERNATIONAL
Setor: Trading e Comércio
Fundação: 1949, em Pequim (China). No Brasil desde 1974
Receita: R$ 33,22 bilhões
Principal executivo: Philip Xu 

11) SUZANO
Setor: Madeira, Celulose e Papel
Fundação: 1924, em São Paulo (SP)
Receita: R$ 30,46 bilhões
Principal executivo: Walter Schalka   

12) LOUIS DREYFUS
Setor: Tradings e Comércio
Fundação: 1851, na Alsácia (França). No Brasil desde 1942
Receita: R$ 27,83 bilhões
Principal executivo: Murilo Parada   

13) AMAGGI
Setor: Alimentos e Bebidas
Fundação: 1977, em São Miguel do Iguaçu (PR)
Receita: R$ 23,51 bilhões
Principal executivo: Judiney Carvalho de Souza   

14) MINERVA
Setor: Alimentos e Bebidas
Fundação: 1957, em Barretos (SP)
Receita: R$ 19,41 bilhões
Principal executivo: Fernando Galetti de Queiroz   

15) COAMO
Setor: Cooperativas
Fundação: 1970, em Campo Mourão (PR)
Receita: R$ 18,86 bilhões
Principal executivo: José Aroldo Gallassini 

16) YARA BRASIL
Setor: Agroquímica
Fundação: 1905, em Notodden (Noruega). No Brasil desde 2006
Receita: R$ 16,02 bilhões
Principal executivo: Olaf Hektoen 

17) AURORA
Setor: Cooperativas
Fundação: 1969, em Chapecó (SC)
Receita: R$ 13,4 bilhões
Principal executivo: Neivor Canton   

18) C. VALE
Setor: Cooperativas
Fundação: 1963, em Palotina (PR)
Receita: R$ 12,27 bilhões
Principal executivo: Alfredo Lang   

19) FERTIPAR
Setor: Agroquímica
Fundação: 1980, em Paranaguá (PR)
Receita: R$ 11,96 bilhões
Principal executivo: Alceu Elias Feldmann 

20) KLABIN
Setor: Madeira, Celulose e Papel
Fundação: 1890, em São Paulo (SP)
Receita: R$ 11,95 bilhões
Principal executivo: Cristiano Cardoso Teixeira   

21) TEREOS INTERNATIONAL
Setor: Agroenergia
Fundação: 1932, em Aisne (França). No Brasil desde 2002
Receita: R$ 11,33 bilhões
Principal executivo: Pierre Santoul  

22) LAR COOPERATIVA
Setor: Cooperativas
Fundação: 1964, em Missal (PR)
Receita: R$ 11,28 bilhões
Principal executivo: Irineo da Costa Rodrigues  

23) GAVILON DO BRASIL
Setor: Trading e Comércio
Fundação: 1874, em Sioux City (Estados Unidos). No Brasil desde 2013
Receita: R$ 10,59 bilhões
Principal executivo: Marcelo Grimaldi   

24) BAYER
Setor: Agroquímica
Fundação: 1863, em Wuppertal (Alemanha). No Brasil, em 1896, em São Paulo (SP)
Receita: R$ 9,77 bilhões
Principal executivo: Malu Nachreiner   

25) VITERRA
Setor: Trading e Comércio
Fundação: 1981, no Canadá. No Brasil desde 2010
Receita: R$ 9,06 bilhões
Principal executivo: Celso Bermejo 

26) M.DIAS BRANCO
Setor: Alimentos e Bebidas
Fundação: 1936, em Eusébio (CE)
Receita: R$ 7,25 bilhões
Principal executivo: Francisco Ivens de Sá Dias Branco Júnior   

27) ENGELHART CTP
Setor: Trading e Comércio
Fundação: 2013, em São Paulo (SP)
Receita: R$ 6,86 bilhões
Principal executivo: Huw Jenkins   

28) COMIGO
Setor: Cooperativas
Fundação: 1975, em Rio Verde (GO)
Receita: R$ 6,71 bilhões
Principal executivo: Antonio Chavaglia 

29) COCAMAR
Setor: Cooperativas
Fundação: 1963, em Maringá (PR)
Receita: R$ 6,65 bilhões
Principal executivo: Divanir Higino  

30) CARAMURU
Setor: Alimentos e Bebidas
Fundação: 1964, em Maringá (PR)
Receita: R$ 6,07 bilhões
Principal executivo: Alberto Borges de Souza 

31) POTENCIAL BIODIESEL
Setor: Agroenergia
Fundação: 2010, em Lapa (PR)
Receita: R$ 6,0 bilhões
Principal executivo: Arnoldo Hammerschmidt   

32) DEXCO
Setor: Madeira, Celulose e Papel
Fundação: 1961, em São Paulo (SP)
Receita: R$ 5,88 bilhões
Principal executivo: Antonio Joaquim de Oliveira 

33) COOPERCITRUS
Setor: Cooperativas
Fundação: 1976, em Bebedouro (SP)
Receita: R$ 5,74 bilhões
Principal executivo: Fernando Degobbi   

34) PIRACANJUBA
Setor: Alimentos e Bebidas
Fundação: 1955, em Piracanjuba (GO)
Receita: R$ 5,69 bilhões
Principal executivo: Marcos Helou   

35) CAMIL
Setor: Alimentos e Bebidas
Fundação: 1963, em Itaqui (RS)
Receita: R$ 5,40 bilhões
Principal executivo: Luciano Maggi Quartiero   

36) COPACOL
Setor: Cooperativas
Fundação: 1963, em Cafelândia (PR)
Receita: R$ 5,37 bilhões
Principal executivo: Valter Pitol  

37) COOXUPÉ
Setor: Cooperativas
Fundação: 1932, em Guaxupé (MG)
Receita: R$ 5,03 bilhões
Principal executivo: Carlos Augusto Rodrigues de Melo 

38) COOPERALFA
Setor: Cooperativas
Fundação: 1967, em Chapecó (SC)
Receita: R$ 4,80 bilhões
Principal executivo: Romeo Bet   

39) BSBIOS
Setor: Agroenergia
Fundação: 2005, em Passo Fundo (RS)
Receita: R$ 4,74 bilhões
Principal executivo: Erasmo Carlos Battistella 

40) AGRÁRIA
Setor: Cooperativas
Fundação: 1951, em Guarapuava (PR)
Receita: R$ 4,48 bilhões
Principal executivo: Jorge Karl 

41) 3CORAÇÕES ALIMENTOS
Setor: Alimentos e Bebidas
Fundação: 1959, em São Miguel (RN)
Receita: R$ 4,43 bilhões
Principal executivo: Pedro Lima  

42) ELDORADO BRASIL CELULOSE
Setor: Madeira, Celulose e Papel
Fundação: 2005, em Três Lagoas (MS)
Receita: R$ 4,43 bilhões
Principal executivo: Carmine de Siervi 

43) INTEGRADA COOPERATIVA
Setor: Cooperativas
Fundação: 1995, em Londrina (PR)
Receita: R$ 4,42 bilhões
Principal executivo: Jorge Hashimoto 

44) BIANCHINI
Setor: Alimentos e Bebidas
Fundação: 1960, em Bento Gonçalves (RS)
Receita: R$ 4,37 bilhões
Principal executivo: Antônio Bianchini   

45) CASTROLANDA
Setor: Cooperativas
Fundação: 1951, em Castro (PR)
Receita: R$ 4,30 bilhões
Principal executivo: Willem Berend Bouwman   

46) GRANOL
Setor: Alimentos e Bebidas
Fundação: 1965, em São Paulo (SP)
Receita: R$ 4,19 bilhões
Principal executivo: José Gomes Cadette  

47) CMPC
Setor: Madeira, Celulose e Papel
Fundação: 1920, em Santiago (Chile). No Brasil desde 2009
Receita: R$ 3,89 bilhões
Principal executivo: Mauricio Harger   

48) FRIMESA
Setor: Alimentos e Bebidas
Fundação: 1977, em Medianeira (PR)
Receita: R$ 3,72 bilhões
Principal executivo: Valter Vanzella  

49) SÃO MARTINHO
Setor: Agroenergia
Fundação: 1907, em Pradópolis (SP)
Receita: R$ 3,69 bilhões
Principal executivo: Fábio Venturelli   

50) FRÍSIA
Setor: Cooperativas
Fundação: 1925, em Carambeí (PR)
Receita: R$ 2,9 bilhões
Principal executivo: Renato Greidanus 

51) BELAGRÍCOLA
Setor: Alimentos e Bebidas
Fundação: 1985, em Bela Vista do Paraíso (PR)
Receita: R$ 3,57 bilhões
Principal executivo: Flávio Barbosa Andreo   

52) COOPAVEL
Setor: Cooperativas
Fundação: 1970, em Cascavel (PR)
Receita: R$ 3,44 bilhões
Principal executivo: Dilvo Grolli 

53) EISA INTERAGRÍCOLA
Setor: Trading e Comércio
Fundação: 1849, na Catalunha (Espanha). No Brasil desde 1935
Receita: R$ 3,40 bilhões
Principal executivo: Juan Esteve 

54) CITROSUCO
Setor: Alimentos e Bebidas
Fundação: 1963, em Matão (SP)
Receita: R$ 3,29 bilhões
Principal executivo: Mário Bavaresco Junior 

55) 3TENTOS
Setor: Trading e Comércio
Fundação: 1995, em Santa Bárbara do Sul (RS)
Receita: R$ 3,11 bilhões
Principal executivo: Luiz Osório Dumoncel  

56) SLC AGRÍCOLA
Setor: Alimentos e Bebidas
Fundação: 1977, em Horizontina (RS)
Receita: R$ 3,10 bilhões
Principal executivo: Aurélio Pavinato   

57) GRUPO LINCOLN JUNQUEIRA
Setor: Agroenergia
Fundação: 1978, Colorado (PR)
Receita: R$ 3,08 bilhões
Principal executivo: José Francisco Malheiro Junqueira Figueiredo   

58) USINA CORURIPE
Setor: Agroenergia
Fundação: 1925, em Coruripe (AL)
Receita: R$ 3,04 bilhões
Principal executivo: Mario Luiz Lorencatto  

59) COASUL
Setor: Cooperativas
Fundação: 1969, em São João (PR)
Receita: R$ 2,85 bilhões
Principal executivo: Paulino Capelin Fachin   

60) VIGOR ALIMENTOS
Setor: Alimentos e Bebidas
Fundação: 1917, em São Paulo (SP)
Receita: R$ 2,47 bilhões
Principal executivo: Luis Gennari 

61) CENIBRA
Setor: Madeira, Celulose e Papel
Fundação: 1973, em Belo Oriente (MG)
Receita: R$ 2,82 bilhões
Principal executivo: Kazuhiko Kamada   

62) IHARA
Setor: Agroquímica
Fundação: 1965, em São Paulo (SP)
Receita: R$ 2,79 bilhões
Principal executivo: José Gonçalves do Amaral 

63) ALIANÇA AGRÍCOLA DO CERRADO
Setor: Alimentos e Bebidas
Fundação: 1994, em Luxemburgo. No Brasil desde 2010
Receita: R$ 2,73 bilhões
Principal executivo: Flávio Gilberto de Sousa 

64) PIF PAF ALIMENTOS
Setor: Alimentos e Bebidas
Fundação: 1968, no Rio de Janeiro (RJ)
Receita: R$ 2,68 bilhões
Principal executivo: Rodrigo Coelho 

65) PRIMA FOODS
Setor: Alimentos e Bebidas
Fundação: 1949, em Araguari (MG)
Receita: R$ 2,65 bilhões
Principal executivo: José Augusto de Carvalho Junior  

66) AGROGALAXY
Setor: Trading e Comércio
Fundação: 2016, em São Paulo (SP)
Receita: R$ 2,63 bilhões
Principal executivo: Welles Clóvis Pascoal   

67) COPAGRIL
Setor: Cooperativas
Fundação: 1970, em Cândido Rondon (PR)
Receita: R$ 2,48 bilhões
Principal executivo: Ricardo Sílvio Chapla

68) COLUMBIA TRADING
Setor: Trading e Comércio
Fundação: 1999, em São Paulo (SP)
Receita: R$ 3,04 bilhões
Principal executivo: Walter Croce 

69) AGROFEL
Setor: Agropecuária
Fundação: 1977, em Palmeira das Missões (RS)
Receita: R$ 2,46 bilhões
Principal executivo: Ronaldo Ferrarin   

70) COTRIJAL
Setor: Cooperativas
Fundação: 1957, em Não-Me-Toque (RS)
Receita: R$ 2,44 bilhões
Principal executivo: Nei César Manica 

71) CIBRAFÉRTIL
Setor: Agroquímica
Fundação: 1994, em Camaçari (BA)
Receita: R$ 2,44 bilhões
Principal executivo: Santiago Franco   

72) ZILOR
Setor: Agroenergia
Fundação: 1946, em Macatuba (SP)
Receita: R$ 2,82 bilhões
Principal executivo: Fabiano José Zillo   

73) FRIGOL
Setor: Alimentos e Bebidas
Fundação: 1992, em Lençóis Paulista (SP)
Receita: R$ 2,40 bilhões
Principal executivo: Marcos Câmara   

74) GRUPO MONTESANTO TAVARES
Setor: Alimentos e Bebidas
Fundação: 1998, em Belo Horizonte (MG)
Receita: R$ 2,30 bilhões
Principal executivo: Ricardo Tavares   

75) COTRISAL
Setor: Cooperativas
Fundação: 1953, em Sarandi (RS)
Receita: R$ 2,25 bilhões
Principal executivo: Walter Vontobel 

76) COOPERCAMPOS
Setor: Cooperativas
Fundação: 1970, em Campos Novos (SC)
Receita: R$2,22 bilhões
Principal executivo: Luiz Carlos Chiocca 

77) FERTILIZANTES HERINGER
Setor: Agroquímica
Fundação: 1968, em Manhuaçu (MG)
Receita: R$ 2,21 bilhões
Principal executivo: Dalton Carlos Heringer   

78) DELTA SUCROENERGIA
Setor: Agroenergia
Fundação: 1953, em Delta (MG)
Receita: R$ 2,14 bilhões
Principal executivo: Robert Carlos Lyra   

79) COPÉRDIA
Setor: Cooperativas
Fundação: 1967, em Concórdia (SC)
Receita: R$ 2,1 bilhões
Principal executivo: Vanduir Martini   

80) ALIBEM
Setor: Alimentos e Bebidas
Fundação: 2000, em Santo Ângelo (RS)
Receita: R$ 2,09 bilhões
Principal executivo: José Roberto Goulart   

81) COPASUL
Setor: Cooperativas
Fundação: 1978, em Naviraí (MS)
Receita: R$ 2,07 bilhões
Principal executivo: Gervasio Kamitani 

82) CAPAL
Setor: Cooperativas
Fundação: 1960, em Arapoti (PR)
Receita: R$ 2,05 bilhões
Principal executivo: Erik Bosch 

83) ADECOAGRO
Setor: Agroenergia
Fundação: 2002, na Argentina. No Brasil desde 2004
Receita: R$ 2,03 bilhões
Principal executivo: Mariano Bosch   

84) COPERCANA
Setor: Agroenergia
Fundação: 1963, Sertãozinho (SP)
Receita: R$ 2,02 bilhões
Principal executivo: Francisco Cesar Urenha   

85) AGRO AMAZÔNIA
Setor: Trading e Comércio
Fundação: 1983, em Cuiabá (MT)
Receita: R$ 2,01 bilhões
Principal executivo: Roberto Motta   

86) BERNECK
Setor: Madeira, Celulose e Papel
Fundação: 1952, em Bituruna (PR)
Receita: R$1,99 bilhão
Principal executivo: Gilson Mueller Berneck 

87) SÃO SALVADOR ALIMENTOS
Setor: Alimentos e Bebidas
Fundação: 1973, em Itaberaí (GO)
Receita: R$ 1,92 bilhão
Principal executivo: Hugo Perillo Vieira e Souza   

88) J. MACÊDO
Setor: Alimentos e Bebidas
Fundação: 1939, em Fortaleza (CE)
Receita: R$ 1,8 bilhão
Principal executivo: José Honório Gonçalves de Tófoli  

89) JACTO
Setor: Agromecânica
Fundação: 1948, em Pompeia (SP)
Receita: R$ 1,92 bilhão
Principal executivo: Fernando Gonçalves Neto 

90) ARAUCO
Setor: Madeira, Celulose e Papel
Fundação: 1979, em Santiago (Chile). No Brasil desde 2007
Receita: R$ 1,89 bilhão
Principal executivo: Carlos Altimiras 

91) PLENA
Setor: Alimentos e Bebidas
Fundação: 1990, em São Gonçalo do Pará (MG)
Receita: R$ 1,88 bilhão
Principal executivo: Cláudio Ney de Faria Maia 

92) BREJEIRO
Setor: Alimentos e Bebidas
Fundação: 1944, em Orlândia (SP)
Receita: R$ 1,87 bilhão
Principal executivo: Eduardo Define  

93) EUCATEX
Setor: Madeira, Celulose e Papel
Fundação: 1951, em São Paulo (SP)
Receita: R$ 1,80 bilhão
Principal executivo: Flávio Maluf 

94) SJC BIOENERGIA
Setor: Agroenergia
Fundação: 2011, Quirinópolis (GO)
Receita: R$ 1,75 bilhão
Principal executivo: Abel de Miranda Uchôa 

95) OBA
Setor: Trading e Comércio
Fundação: 1979, em Belo Horizonte (MG)
Receita: R$ 1,78 bilhão
Principal executivo: Alex Alves dos Santos Brito 

96) USINA SANTA TEREZINHA
Setor: Agroenergia
Fundação: 1961, em Iguatemi (PR)
Receita: R$ 1,91 bilhão
Principal executivo: Paulo Meneguetti  

97) PAMPLONA
Setor: Alimentos e Bebidas
Fundação: 1948, em Agronômica (SC)
Receita: R$ 1,74 bilhão
Principal executivo: Irani Pamplona Peters   

98) COAGRIL
Setor: Cooperativas
Fundação: 1985, em Unaí (MG)
Receita: R$ 1,73 bilhão
Principal executivo: José Carlos Ferrigolo 

99) ADUFÉRTIL
Setor: Agroquímica
Fundação: 1980, em Jundiaí (SP)
Receita: R$ 1,73 bilhão
Principal executivo: Douglas Fontanini 

100) SANTHER
Setor: Madeira, Celulose e Papel
Fundação: 1938, em São Paulo (SP)
Receita: R$ 1,71 bilhão
Principal executivo: José Rubens de la Rosa 

Segundo dados do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), da USP, a participação do agronegócio no Produto Internto Bruto – PIB brasileiro pode ficar em torno de 28% em 2021. Que nossas empresas sigam crescendo, gerando empregos, alimentando e e gerando insumos para o mundo. 

Fonte: Revista Forbes 

Compartilhar.

Sobre o Autor

Fundadora da Invicta Propaganda com experiência de mais de 20 anos em comunicação especializada para o agronegócio. Coordenadora de comunicação e novos projetos da Rede AgroMulher, e Operações do Congresso AgroDigital. Publicitária (PUC-MG) com atualização em Marketing (FGV), pós-graduada em Processos Criativos em Palavra e Imagem (IEC/PUC-MG).

Deixe Seu Comentário