Como o marketplace pode ajudar no seu negócio no agro?

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +

Você já ouviu falar que a presença no ambiente online já não é mais um diferencial e sim um fator indispensável para sua empresa? Pois acredite! É verdade! A transformação digital é constante e acelerada também no agronegócio. Continue sua leitura e entenda de que forma você pode inovar e se fazer presente em um universo de possibilidades e de novos modelos de negócio

 Cada vez mais, as pessoas que movem o agronegócio têm buscado por facilidades, informações, vantagens e bom atendimento. Se você é empresário/empreendedor e está aí parado achando que as pessoas do agro não compram online e que isso é coisa do futuro, sinto em te dizer, mas você está perdendo dinheiro! A conexão faz parte da vida de grande parte da população. Da criança ao idoso, o acesso a internet já se popularizou de uma forma impressionante.

Prova disso foi o transtorno causado por poucas horas de instabilidade em algumas redes sociais no início deste mês de outubro. O período de algumas horas desconectados já foi suficiente para fazer muita gente deixar de ganhar dinheiro, atrasar negociações e deixar muitos empresários de “cabelo em pé”. Sabe o que isso nos mostra? Escancara o quanto a conexão já faz parte de todos (ou quase todos) nossos processos de negociação, compra, venda, prestação de serviço e trabalho. Isso pode soar como assustador quando temos uma situação atípica como a citada acima, mas você já pensou em como você e o seu negócio podem se beneficiar desse mundo conectado?

Os marketplaces e compras online são espaços que atendem a um público cada vez maior, mais exigente e que busca rapidez, facilidade e qualidade de produtos e serviços. Cada vez mais, pessoas buscam solução de problemas por meio de alguns cliques pelo próprio celular. E você já pensou o quanto você pode ganhar com essa imensa vitrine que se abre para esse público que procura seus produtos e serviços? O marketplace vem como uma ferramenta de melhoria e inovação. E você deve estar preparado para atender esse público que te procura na rede.

Mas o que de fato é esse tão falado marketplace?

 Marketplace nada mais é do que uma plataforma digital onde diferentes empresas podem vender seus produtos. E nesse processo de compra e venda, o marketplace permite que estejam no mesmo lugar sujeitos interessados em vender e outros em comprar, gerando uma comunicação direta, ágil e prática entre cliente e vendedor. Além disso, outro grande diferencial do marketplace em relação ao e-commerce de uma única empresa, é o fato do cliente ter acesso a uma gama maior de possíveis fornecedores, e ter mais opções para o comparativo e a tomada de decisão. Mas você empresário e empreendedor pode estar se perguntando: quais são os benefícios desse formato de plataforma de venda para a minha empresa, não é mesmo?

Então vamos lá…

Podemos citar aqui alguns aspectos positivos dos marketplaces, do ponto de vista das empresas que utilizam a plataforma, sendo eles:

  • Maior alcance de clientes – com o marketplace, o seu negócio pode atingir pessoas que não atenderia em outro formato de venda;
  • Aumento do potencial de vendas – o marketplace gera mais visibilidade para seu produto e serviço. E quanto mais visto, maior a chance de ser lembrado pelo consumidor na tomada de decisão;
  • Baixo custo – para o empresário que deseja entrar no ambiente online com uma loja virtual, o marketplace se torna mais barato do que criar o próprio e-commerce da marca e pode ser uma estratégia muito interessante;
  • Público segmentado – a plataforma de marketplace trabalha o marketing e suas ações de forma muito assertiva para o público específico, e isso contribui para que você e o seu negócio cheguem ao público certo, de maneira eficiente. Além disso, geralmente, essas plataformas são procuradas e pesquisadas por um público que busca informações e possui um desejo de compra que coincide com aquilo que é ali oferecido.

Mas isso se aplica à realidade do agro?

 Neste momento você deve ter se lembrado de marketplaces que vendem produtos diversos, como eletrodomésticos, livros, eletroeletrônicos… mas pode ser que ainda pareça algo distante da realidade do agronegócio, certo? ERRADO! E vamos te mostrar em números o porquê de te dizermos isso.

Segundo estudo recente da Mckinsey & Company, intitulado “A mente do Agricultor Brasileiro na Era Digital*”, 71% dos agricultores brasileiros usam canais digitais diariamente para resolver questões relacionadas ao campo e 33% do total de agricultores estão dispostos a comprar sementes, fertilizantes e defensivos de forma online nas próximas duas safras.

Esse número é extremamente representativo, e mostra que o e-commerce no agronegócio brasileiro tem mais força até do que em mercados amadurecidos como os EUA. No Brasil, segundo o mesmo estudo, 36% dos produtores brasileiros consultados já fazem compras online para o campo, contra 24% dos EUA. Para alguns produtos como maquinários, por exemplo, apesar de ainda não ser o meio pelo qual o comprador fecha o negócio, o e-commerce entra como fonte de pesquisa, informação e conexão da marca com os agricultores.

Essa mudança de comportamento pode ser justificada pela soma de muitos fatores: a pandemia, que acelerou o processo de transformação digital em muitos aspectos, a crescente busca pelo aumento da produtividade no campo e a chegada de novas gerações ao agro estão forçando o crescimento do comércio eletrônico. A comodidade de pesquisar online e encontrar as melhores soluções que se adequam a sua necessidade, tem sido cada vez mais valorizada pelo homem do campo. E nessa busca, ele tem encontrado empresas que oferecem cada vez mais estas vantagens, comodidade e segurança dentro do ambiente online.

Dentro desse cenário, uma estratégia incrível para explorar e dar os primeiros passos no e-commerce é a utilização dos marketplaces, sites que funcionam como agregadores de lojistas e que possuem alto tráfego e tecnologia avançada.

E é com esse intuito que a Agromulher lançou o seu marketplace próprio onde disponibiliza produtos, insumos, cursos e serviços exclusivos do agro, para o agro, a fim de unir empresas que desejam oferecer seus serviços online e pessoas que buscam essa praticidade, comodidade e segurança. O marketplace da Agromulher vem então para unir o útil ao agradável e conectar, em um mesmo lugar, pessoas e propósitos que têm muita coisa em comum.

Você já conhece o nosso marketplace?

Falaremos sobre esta poderosa ferramenta e muito mais na live que será realizada no dia 27 de outubro, às 19 horas, pelo nosso canal do Youtube.

Aguardem! Novidades em breve!

 

* A fim de entender o comportamento do agricultor brasileiro, para o desenvolvimento deste levantamento, a consultoria ouviu em torno de 750 produtores em 11 Estados. Eles representam cinco tipos de cultivos, que respondem por 80% da área plantada no país.

Fontes de pesquisa: Tecnologia no campo, Notícias agrícolas, Dinheiro Rural, Gaúcha ZH e Revista Cafeicultura  

Compartilhar.

Sobre o Autor

A Rede Digital AgroMulher nasceu com o propósito de gerar resultados por meio da democratização de informações de qualidade e, assim, promover o crescimento de profissionais ligados ao agronegócio.

Deixe Seu Comentário